teorias

* Os rumos da Psicologia Ambiental e suas teorias *

Nos anos 60 e 70, a pesquisa em psicologia ambiental passou por um grande desenvolvimento ao criar ferramentas metodológicas e conceitos próprios da área, com o objetivo de expandir o conhecimento da relação pessoa-ambiente. Nessa época muitas das pesquisas em guiadas pelo situacionismo e modelos interacionistas de mudança comportamental. Teorias situacionistas são aquelas que justificam para a mudança comportamental estímulos específicos e eventos que ocorrem junto com o ambiente social e físico do indivíduo. Por outro lado teorias interacionistas levam em conta uma influência conjunta do ambiente e de fatores pessoais para explicar o comportamento.

Ambas as teorias situacionista e interacionista são lineares ou unidirecionais na sua predição do comportamento. Já as teorias transacionais enfatizam a natureza recíproca ou bidirecional das pessoas na sua relação com o ambiente, indivíduos não são exclusivamente passivos, ou seja, não somente respondem ao ambiente, mas também influenciam e reestruturam seus arredores. Já as teorias não transacionais e pesquisas de laboratório continuam a fornecer abordagens alternativas e poderosas para estudar certos fenômenos ambiente-comportamento que são mais passíveis de pesquisa experimental.

No entanto, apesar desse desenvolvimento extraordinário a psicologia ambiental parece estar passando por uma crise: sua evolução parece estagnada, pois seu crescimento não vem sendo tão significativo quanto outras áreas da psicologia. Observa-se uma difusão da identidade da psicologia ambiental e explicações para esse fenômeno já vem sendo estudadas. Segundo Stokols em seu artigo: The paradox of environmental psychology (1995), a primeira delas é que a complexa multidisciplinaridade vem dificultando traçar os limites da psicologia ambiental. A segunda é que o escopo internacional do estudo da psicologia ambiental vem crescendo dramaticamente. A terceira é ultima é que os princípios metodológicos e conceituais da psicologia ambiental são tão fundamentais para as outras áreas da psicologia que vem sendo incorporados a elas em vez de dar identidade à área.

Os rumos da psicologia ambiental parecem incertos, mas as futuras pesquisas parecem que vão continuar a serem influenciadas por problemas sociais da atualidade criando oportunidades para a quebra dos paradigmas atuais da psicologia ambiental. Apesar dessa aparente crise abordada por Stokols em 1995, a psicologia ambiental no século 21 continua extremamente relevante, principalmente no desenvolvimento de políticas públicas para solucionar os mais diversos problemas da atualidade. Entre as teorias citadas, não acredito haver uma explicação unicamente correta, mas as teorias transacionais parecem ser as mais adequadas, pois consideram os diversos fatores do ambiente e do indivíduo ao fazer uma contextualização, o que deve oferecer uma explicação mais rica e abrangente.

————————————————————————————————-

A Ana Beatriz pensa assim. E você? Participe!

Anúncios

2 pensamentos sobre “* Os rumos da Psicologia Ambiental e suas teorias *

  1. Stokols possui um argumento interessante no que diz respeito à multidisciplinaridade na psicologia ambiental, e como esta dificulta muitas vezes estabelecer onde começa e onde termina o objeto de estudo da psicologia ambiental e o objeto de estudo de outras áreas do conhecimento.

    Moser em seu artigo “Psicologia Ambiental e estudos pessoas-ambiente: que tipo de colaboração multidisciplinar?” disserta bem sobre esse assunto, identificando quais são as áreas que se confundem com a psicologia ambiental quanto ao seu objeto de estudo.

    http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-65642005000100015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s