Brasília

* Niemeyer: Gênio ou Não? *

No último dia 5 de dezembro, vimos a morte de um dos mais famosos arquitetos do país. Oscar Niemeyer é conhecido mundialmente, principalmente por ter sido pioneiro na exploração das características do concreto armado em suas obras. Seus projetos mais conhecidos sãos os prédios envolvidos no projeto arquitetônico de Brasília, apesar de suas
obras se encontrarem em diversos lugares.
Os prédios projetados por Niemeyer causam diversas opiniões. Alguns, acreditam que ele é um dos grandes gênios de seu tempo. Entretanto, algumas pessoas como Larry Rohter, são de opinião contrária, afirmando que a arquitetura de Niemeyer é elitista e mais preocupada com a grandiosidade do projeto, ainda que o usuário não se sinta bem nesse ambiente. Os estudantes da Universidade de Brasília parecem concordar com essa visão de Rohter. Muitos criticam as salas muito abafadas e sem circulação e muitas que não aproveitam
a luz do dia. Ora, são prédios que precisam de ar condicionado e iluminação constante.
Acho que vale aqui a reflexão. Por mais que Niemeyer seja um pioneiro e um nome importante na história da arquitetura, será que se preocupar apenas com a grandiosidade externa do monumento é suficiente? Como as pessoas agiriam se esses ambientes fossem agradáveis de se estar?

————————————————————————————————-

A Flávia pensa assim. E você? Participe!

Anúncios

2 pensamentos sobre “* Niemeyer: Gênio ou Não? *

  1. É importante lembrar que na época em que Niemeyer começou a projetar, as questões relacionadas ao conforto ambiental ainda não estavam tão desenvolvidos como os dias de hoje, e essa preocupação não era tão evidente. Da mesma forma que a sustentabilidade é um assunto ainda muito novo, só agora está realmente começando a ser uma realidade.
    Quanto à questão da grandiosidade, eu colocaria como monumentalidade.
    Isso é difícil de dizer, pois a enorme maioria das obras do Niemeyer são edifícios importantes: igrejas, teatros, edifícios publicos, entre outros , e, portanto, precisam ter uma monumentalidade, tanto para se destacar como para criar uma identidade própria.
    A monumentalidade em si não é o problema, e sim a falta de conforto ambiental.
    A Catedral, por exemplo, possui um péssimo conforto térmico. Isso não tira, de maneira alguma, a genialidade e a beleza do projeto, apesar de que seria sim desejável que fosse mais confortável.
    Até o grande espaço de “nada” com o piso de concreto na parte externa do Museu Nacional (que eu, particularmente, detestei no início), no final das contas, teve suas vantagens. O fato de não ter nada incitou as pessoas a se apropriarem do espaço e, hoje, é palco para uma grande variedade de eventos com estruturas temporárias.

    Enfim, as obras de Niemeyer possuem sim vários problemas, mas fazer qualquer coisa que não tenha nenhum problema é uma tarefa impossível.
    No que diz respeito à marca registrada de suas obras, Niemeyer foi sim um grande gênio, gostando ou não de sua arquitetura.

  2. http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=0&Cod=239
    Esse link traz críticas de Nicolai Ouroussoff (The New York Times) e Fernanda Mendes (IstoÉ) às obras de Niemeyer, ressaltando principalmente a questão da funcionalidade e do pouco caso com o usuário.
    Algumas das críticas são válidas e valem a pena serem pensadas. Seu recente falecimento traz à vista um tabu característico da cultura em que estamos inseridos: o morto deve ser mencionado com certos cuidados e com grande respeito; a forma como ele é referenciado muda de um dia para o outro, e o que se torna evidente é tudo aquilo de bom do indivíduo. Mas, sem esquecer de seus grandes feitos e de seu indiscutível talento, a reflexão a respeito de seu trabalho não deve ser deixada de lado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s